Solidariedade no Futebol Profissional

Fevereiro foi mais um mês cheio de ações de Responsabilidade Social no Futebol Profissional. A Fundação do Futebol – Liga Portugal e as Sociedades Desportivas têm desempenhado um papel fundamental, de impacto solidário nas suas comunidades e também de forma global.

Consciente desta responsabilidade, o Rio Ave FC promoveu e divulgou um apelo dos pais da pequena Eva, a quem foi diagnosticada atrofia muscular espinal. O Clube ofereceu uma camisola autografada pelo plantel, que irá ser leiloada para ajudar na comparticipação do único medicamento que poderá salvar a bebé, e que custa dois milhões de euros. Os pais da Eva estão a lutar pela vida da filha e lançaram uma campanha solidária, na qual o Rio Ave FC não ficou indiferente e fez a sua parte.

Neste mesmo caminho, o CD Tondela, através do projeto Hipismo, realizou o sonho da Isabel e contribuiu para um dia de grande felicidade.

Porque o Futebol é mais do que um desporto, o Gil Vicente FC uniu-se a uma causa solidária, em parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação de Barcelos, no âmbito do Projeto de Reinserção Social - Oficina do “Saber & Ser”, leva a cabo Ateliers Ocupacionais, destinados a pessoas em fase de tratamento/abstinência de dependências relacionadas ao álcool e substâncias ilícitas.

No decorrer dos acontecimentos no Estádio D. Afonso Henriques, a Fundação do Futebol – Liga Portugal promoveu a campanha "NÃO", que esteve em todos os relvados do Futebol Profissional nas jornadas 22 da Liga NOS e também da LigaPro que constou de uma ação de sensibilização contra o Racismo, Violência, Intolerância e Xenofobia.

As contas são claras e, no rescaldo de uma atividade que teve adesão total, o mais importante acaba por ser a mensagem de união dada pelo Futebol no combate a estes temas. No decorrer de cada um dos jogos, os jogadores e equipa de arbitragem entraram em campo equipados pela causa, numa ação de fair play com o objetivo de combater a intolerância nos estádios.

Ainda antes do início da partida, a habitual foto do Fair Play com os capitães de equipa, teve a particularidade de incluir a equipa de arbitragem, com exibição de galhardetes alusivos à campanha e neste mesmo seguimento, os capitães leram ao público uma mensagem com uma conclusão clara: "Todos nós dizemos NÃO". No final, as equipas juntaram-se para uma fotografia em família.

Também no mesmo registo, a Fundação Benfica, lançou o I Festival do “Cartão Vermelho ao Racismo” com a participação de mais de 300 jovens que já tinham realizado sessões lúdico-pedagógicas sobre o tema. Uma ação que promove igualmente o combate a este flagelo.

A Fundação do Futebol – Liga Portugal assume a sua missão, de ser um elo de ligação entre as Sociedades Desportivas e a Responsabilidade Social, trabalhando por um futebol e uma sociedade mais positiva!

Partilhe nas redes