Fundação do Futebol premiada pela APEE

A Fundação do Futebol - Liga Portugal viu o seu o projeto Kukula distinguido com Menção Honrosa no Eixo de Responsábilidade Social na categoria dos Direitos Humanos, atribuído pela Associação Portuguesa de Ética Empresarial. A organização responsável pela sustentabilidade social do Futebol Profissional concorria em duas categorias da Responsabilidade Social: Direitos Humanos com o Projeto Kukula e Comunidade, através do projeto Esta Bata Tem Poderes.

Neste projeto, a Fundação viajou até à província de Macia, em Moçambique, para, através da parceria com a GASPorto, apadrinhar o Projeto Kukula e apoiar 160 crianças na continuidade do seu percurso escolar. A iniciativa teve o contributo de todos os clubes da Liga Portugal e o resultado foi visível nos muitos sorrisos espalhados pelos mais novos.

Porque todas as crianças têm o direito de aprender e de sonhar!

Luis Estrela, Coordenador da Fundação do Futebol, recebeu o prémio e assumiu que esta distinção é muito importante.

“O reconhecimento é muito importante e gratificante para nós, Fundação do Futebol. Nós somos apenas uma pequena parcela de todo o trabalho de intervenção social realizado pelos clubes do Futebol Profissional, semanalmente”, destacou Luís Estrela.

“Os clubes, alguns deles já com Fundações de âmbito social, trabalham cada vez mais de forma permanente na melhoria da vida das pessoas, dos adeptos e de toda a comunidade. Foi isso que procurámos fazer com o projeto Kukula, onde todo o Futebol Profissional se uniu para suportar a edificação e suporte do quadro de professores e disciplinas a largas dezenas de alunos na Vila da Macia, na Província de Gaza, em Moçambique. É uma província muito carenciada onde, além do conforto e da escolaridade, foi importante ver as cores do Futebol português colorir os seus dias. Unir os clubes, levando a força do Futebol para a sociedade, esse é o nosso propósito”, concluiu o Coordenador da Fundação do Futebol.

Durante a cerimónia de abertura discursaram Mário Parra da Silva, Presidente da APEE, João Vieira Lopes, Presidente da CCP, Carlos Morais Beato, Administrador Executivo da Fundação Montepio e Francisco Sá, Presidente, do IAPMEI.

Estes prémios são promovidos pela APEE desde 2015. O Reconhecimento de Práticas de Responsabilidade Social e Sustentabilidade visam distinguir a implementação de políticas e modelos de boa governação em organizações dos setores público e privado, com e sem fins lucrativos, que criam valor para as suas partes interessadas e contribuem ativamente para o desenvolvimento sustentável.

A apoiar a iniciativa estão Aliança ODS PORTUGAL, AIP - Associação Industrial Portuguesa, CCP - Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, CIP – Confederação Empresarial de Portugal, Global Compact Network Portugal, IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação e Fundação Montepio.

Partilhe nas redes